segunda-feira, 29 de julho de 2013

Exercício da Cor

Para colorir essa segunda-feira cinzenta, separamos alguns ambientes que ousam na mistura de cores, designs e peças recicladas. Tons e descontração para quebrar qualquer monotonia! 




Para jogar com tanta vibração as paredes e o piso ficaram como a base neutra dos ambientes, assim as tonalidades diversas puderam ser usadas com liberdade. Mobiliário repaginado, como a antiga poltrona francesa, e contemporâneo, como a luminária de chão, dão personalidade e equilíbrio ao espaço.




Diversos papéis de parede forram a antiga estante branca, revolucionando o visual deste mezanino. Permitindo a utilização de móveis contemporâneos, cheios de estilo, sem esquecer das bases neutras do ambiente.




Os azulejos de geometria retrô, em azul e marrom, criaram movimento e contraste com o mobiliário contemporâneo. Além de servirem de guia para as tonalidades do ambiente.




A neutralidade da sala de jantar é totalmente quebrada pelas vibrantes matizes nos móveis e objetos de decoração. Jogar quadros com molduras em estilos e designs diferentes cria movimento na parede, e permite a utilização de castiçais e outros acessórios retrô.


Confira a matéria completa sobre essa decoração no site Revista Casa e Jardim !!

Fonte: Revista Casa e Jardim, Edição: Julho 2013




quinta-feira, 25 de julho de 2013

Projeto de interiores Cozinha Residencial

Esta é a cozinha da casa nova de um casal com filho pequeno. A ideia é projetar um ambiente prático, funcional e com tudo novo: geladeira, microondas, forno elétrico, etc. Esta cozinha tem entorno de 12m², possui uma despensa e está localizada próxima à área da churrasqueira.
Confira o resultado deste projeto:


Surgiram durante nossas conversas algumas restrições como: nada de mobiliário branco, de eletrodoméstico exposto (batedeira, liquidificador), de torre para microondas e forno elétrico, nem balcão para refeições.


Ok! A partir destes pontos começamos o estudo do espaço, buscando a melhor distribuição para esta cozinha. Observamos que pela localização das aberturas e posição dos pontos d’água, que não deveriam ser trocados, que a melhor opção seria uma cozinha com disposição em “L”.


Foram propostos alguns gavetões e locais específicos para armazenamento de bebidas e temperos. As lixeiras foram embutidas no móvel para facilitar o acesso a estas. Tudo foi organizado a partir dos hábitos de cozinhar e servir da dona da casa.


Foi sugerida a colocação de uma mesa auxiliar para refeições rápidas, ou seja, inserimos uma copa nesta cozinha, tornando-a mais prática para o dia a dia. A proprietária já havia escolhido as cores das paredes, onde uma era pintada por inteiro e a outra tinha apenas uma faixa em laranja. Para entrar neste tom terroso, foram escolhidos para o mobiliário os acabamentos marfim, para o móvel, e carvalho para as portas e gavetões.








segunda-feira, 15 de julho de 2013

Projeto Clínica de Nutrição Letícia Bender

Projeto para clínica de nutrição localizada na Rua XV de Novembro 1013, Centro - Pelotas.

O MoodBoard do projeto:



O espaço, que fica localizado em uma clínica de saúde, possui um padrão de linguagem visual no qual a proprietária solicitou que fosse seguido no projeto da nutricionista. Os principais condicionantes foram a cor das paredes que não poderiam ser modificadas e o piso de parquet, além de dois móveis, uma escrivaninha e uma mesa de canto clássicos pertencentes a nutricionista, que esta gostaria de utilizar. As ideias giraram em torno de móveis clássicos e retrô, e como solicitado pela nutricionista, texturas que descontraíssem o ambiente para que o clássico não se tornasse muito pesado. O resultado você confere a seguir.




O primeiro passo foi criar ambientes dentro da sala que proporcionassem opções de atendimento para a nutricionista. Para as primeiras conversas com os clientes foi desenvolvido um pequeno espaço de recepção que fosse mais descontraído na entrada da sala.



O espaço de trabalho da nutricionista, com a mesa clássica, ficou posicionado ao lado da área de avaliação, no qual se optou por utilizar um armário também clássico para compor com a mesa, facilitando o uso dos materiais e apoio. Para dar privacidade aos pacientes escolheu-se usar um biombo revestido com textura floral para dar jovialidade à sala.




A sala ainda conta com outro móvel clássico, um armário baixo para colocação de materiais de limpeza, café e outros. 



Resultado: Para dar cor ao espaço optou-se por texturas florais, patchwork e móveis envelhecidos.












Fica a dica pra quem estiver procurando uma nutricionista, pode ir conferir o espaço!


Bom dia!


domingo, 14 de julho de 2013

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Aquilo que nos deixa Felizes!

Isay Weinfeld
Vogue | 2004

O luxo na arquitetura não é diferente do luxo na vida. Luxo é ter em sua casa aquilo que te deixa feliz.
Luxo são os espaços que te levam a respirar profundamente, a se espantar, a pensar, estranhar, se emocionar...
Pode-se tentar ser feliz com o mínimo, abolir os excessos, mas se para você o mínimo deve ser o máximo, pois que fique com muito. Luxo é não ter regras.
Luxo não é ter móveis "Bombé", "Délavé" ou "Flambe", mas pode eventualmente ser. Luxo é não ter vergonha de dizer que gosta quando gosta ou não sei quando não sabe. Luxo não é uma coleção de etiquetas de grife, mas tampouco é a camiseta branca básica. Luxo é poder misturar essas coisas naturalmente.
É não dever nada a ninguém.
O travesseiro pode ser feito de pluma de ganso ou de crina de cavalo. Luxo é poder deitar a cabeça nele, tranquilamente.
Para alguns, luxo pode ser comprar um bilhete de primeira classe. Para mim, é devorar um quarteirão com queijo no aeroporto antes de embarcar em vez de comer a horrorosa comida que é servida.
Luxo é poder mudar seus planos a qualquer momento.
É ser independente, avulso, livre. É dizer não, é dizer sim, é dizer talvez, sempre que se queira.
É poder ficar mais um pouco, se tiver vontade.
Luxo é sentar à beira da lareira num fim de tarde de inverno, usando um surrado cashmere, um par de meias escocesas meio furadas, um pequeno copo de botequim cheio de pinga, um cocker spaniel ao seu lado e um CD interminável da Blossom Dearie. Isso pode ser no interior da Inglaterra, mas com o passar do tempo e a chegada da maturidade, a gente percebe que também pode ser no interior de São Paulo. 
Esta percepção é que é um luxo.

http://www.isayweinfeld.com/




sexta-feira, 5 de julho de 2013

Siga-nos!


Mood Board

Tu sabes o que é mood board?!

Basicamente é a tradução perfeita da frase: “uma imagem vale mais que mil palavras”!!!

O Mood board é muito mais que um simples painel de colagens. Ele é uma ferramenta de criação, muito utilizada, principalmente, no mundo da moda e do design. Nele são inseridas as principais ideias de um produto a ser desenvolvido. É a organização do processo criativo, onde se busca traduzir o conceito, o feeling do projeto através de textos, imagens, pedaços de tecidos, ou de qualquer objeto que será considerado como referência visual.

A ideia é alinhar as referências e as expectativas, tanto com a equipe que desenvolve o projeto como com o cliente, buscando uma maior clareza de entendimento na visualização do conjunto.


Nós da Bender Arquitetura adotamos este sistema de criação, e sempre que pudermos estaremos compartilhando um pouco do nosso processo.






quinta-feira, 4 de julho de 2013

Casa Cor Rio Grande do Sul 2013


Visita ao Casa Cor Rio Grande do Sul: “Um olhar muda tudo!”. Evento realizado nas mesmas mansões neoclássicas que foram cenário da mostra de 2012. Nesta edição o desafio era provar que um mesmo ambiente pode ter interpretações completamente diferentes dependendo de cada olhar. São 42 ambientes surpreendentes para arquitetos, fornecedores e visitantes. E a dupla da Bender Arquitetura estava lá para conferir.


Cozinha Gourmet, projetada pelo Arquiteto Carlos Lemos. Ambiente amplo e muito bem equipado, contendo uma adega super diferente, onde as paredes de vidro tem suporte para colocação das garrafas de vinho. O lustre chama muita atenção, é formado por vários bulbos de lâmpadas queimadas que fazem um efeito lindo na iluminação. Duas banquetas em forma de rolhas completam o visual diferenciado do espaço.


Refúgio Donna, projetado pelo Arquiteto Sandro Jasnievez. O espaço é dividido em três ambientes: um living, uma academia e um ofuro; que juntos formam um refúgio agradável e confortável. 


Adega, projetado pela Arquiteta Marliese Heldwein. Ambiente áustero e íntimo onde a madeira rústica entalhada com o nome das principais uvas utilizadas para produção de vinhos, reveste a parede ao fundo trazendo certa rusticidade ao espaço. Um interessante detalhe aparece na circulação, com a utilização de rolhas cobrindo o forro.


Living e Gourmet, projetado pela Arquiteta Miriam Runge. Ambiente alegre e descontraído. Para marcar o local da lareira ecológica foi feito um rasgo na parede, preenchido com tocos de madeira e fechado com vidro, criando um detalhe interessante no ambiente. Uma ideia fácil de reproduzir deste espaço é o painel de fotos feito a partir de rolhas.


Estar do Leitor, projetado pelo Designer de Interiores Eduardo Braga. A sensação é de conforto dentro do espaço, e muita claridade, o que torna o local perfeito para leitura.


Lavabo + arte, projetado pela Arquiteta Ana Levy e Designer Renato Ferrari; Cinquenta tons de cinza, projetado pelo Arquiteto Rogerio Pandolfo. O uso de painéis como textura nas paredes e a iluminação pontual criam uma identidade marcante para os ambientes.


Espaço do cervejeiro Baden Banden, projetado pelas Arquitetas Aclaene de Mello e Clarice Mancuso. Quem disse que o ladrilho hidráulico estava fora de moda? O uso está mais do que aprovado pelos arquitatos em todo o país. No ambiente parece criar um tapete sob os móveis de madeira.


Republyca Ulbra, projetado pelas Designers de Interiores Andressa Justo e Isabel Marroni do Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores da ULBRA. O espaço é super descontraído, tendo a reutilização de mobiliários como aliada. As cores vibrantes de alguns elementos criam um ambiente jovial e movimentado.



Sala de estar, projetado pela Arquiteta Paula Lino. Ambiente amplo, o que possibilitou a criação de um recanto através de uma veneziana vazada, usada entre o espaço social e íntimo da sala.


The Black Box, projetado pelo Arquiteto Dallagnol R. Junior. Ambiente masculino, confortável, elegante e luxuoso, onde a tecnologia estava presente em todos os detalhes. Um verdadeiro motivo para brindar à vida!


Saiba mais sobre o evento no site do Casa Cor http://www.casacor.com.br/riograndedosul/ ou na página do Facebook https://www.facebook.com/casacorrs?fref=ts









Ponto de partida.

Aguardem...